sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Cinco anos sem o Rei do Humor – David Cunha o eterno Espanta



David Cunha (18 de novembro de 1957 — 24 de novembro de 2006), mais conhecido como Espanta, foi um humorista brasileiro. Foi eleito pela Globo Sat um dos dois melhores humoristas do Brasil, em 1997, em um concurso com revelações do humor. Vencedor do Segundo Festival de Piadas do Show do Tom, também foi eleito o melhor humorista do Rio Grande do Norte, pela imprensa potiguar. Participou da Escolinha do Professor Raimundo e foi o maior vencedor da Batalha dos Humoristas, quadro do Show do Tom, pois sempre que participou foi o maior pontuador. 

No primeiro ano de carreira, em 1991, estreou na TV com o programa Bastinha Proceis, no Rio Grande do Norte, ficando ao ar por 1 ano e 7 meses. Espanta era apontado por muitos humoristas como o melhor intérprete de piadas do Brasil. Dentre esses humoristas, Marilac Futrica (Renê Duarte), Biba (Amadeu Maia) e Aurineide Camurupim (campeã de uma das edições do Festival de Piadas do Show do Tom). Todos esses, cearenses. Espanta era potiguar (RN). Seu personagem mais famoso foi o Pudim de Cana. 

Davi Cunha faleceu no auge de sua carreira profissional, dois dias após suas últimas gravações no Show do Tom, da Rede Record, onde assinou contrato e seria personagem definitivo do programa. Foi vítima de um acidente de carro, por volta das 17:00, a 40 quilômetros de Mossoró. Faria um show em Mossoró, à noite. Faleceu seis dias após completar 49 anos de idade. Três dias após seu primeiro show, realizado em Natal, foi entrevistado por Jô Soares. 

Pôs o humorista Nairon Barreto, o famoso Zé Lezin, pra abrir seus shows em Natal. Davi Cunha produziu, antes, cerca de 26 show’s do Zé Lezin. 

Um comentário:

JOSEMAR disse...

ola sou josemar ferreira eu tenho um blog chamado de sistema caico eu fouuu colocar o link de seu blog no meu,mais eu queria que vc em ajudasese colocador o link do meu no seu blog também..
valeu seu blog e masasasasa.....